Meu Amado

Por entre as cores da paisagem
abaixo da linha do sopro
sempre acima de mim 
da minha escolha
e do teu epicentro
Não posso preencher o espaço
em que te esparramas 

e que nunca esteve vago.

Nenhum comentário: