O Pleno e o Vazio


Não é o romance,
O desejo do toque,
A sede de boca,
A ânsia por mãos afoitas,
Ou o abandono de corpos vencidos.

É o caminhar juntos,
Sem pressas,
Andando devagar,
Abolindo a superficialidade
E alguns confortos.

Não trair silêncios,
Não fechar as portas
De um precário refúgio,
Evitar as palavras
Que dizimam sonhos,
Corrompem poemas,
Partem corações...
Ouvindo: Cordilheiras (nhá tanto tempo não ouvia...)
Imagem:
View east from the summit of Jebel Akhdar, highest peak in the Oman Mountains.

Nenhum comentário: