Pedaços





A poesia, ainda que despenteada e abalada
Carrega uma certa beleza em si
Ele virava minhas páginas,
me descascava como uma fruta madura,
cortava em rodelas finas,
picava em cubos assimétricos,
rasgava fazendo barulho,
amassava fazendo efeitos,
despedaçava feito copo aos cacos,
mas não desvendava,
não adivinhava
não me bastava

Excesso de ausências,
Ele me amava
Mas não preenchia meus vazios

Cortando fundo,
Levei-o para fora
E para longe de mim

Acho que sou bonita,
Sou sim...






Foto: DaJe

Eu Preciso Dizer Que Te Amo

Nenhum comentário: