Cura

A ferida faz olhar em frente
À procura de uma cura
Para as antigas dores
Sempre tão atuais.

Num lugar qualquer,
Improvável e incerto,
Deixo-me ficar mais um pouco
E quem não percebe isso,
Não poderá atravessar comigo
Aquela ponte,
A que me leva
Ao meu lado feliz.

Nenhum comentário: