Dorme meu amor


Na quietude pós-ato do amor
o corpo se aninha no imaginário
corpo do teu eu.
Sonho com tuas mãos fogo em mim,
adivinho teu cheiro macho em mim,
quero tem membro homem em mim...

Noite de amor,
dias e tardes para te amar,
Atravesso essa ponte
que me leva onde sou mais feliz.

Dorme meu amor mas não tarda
que meu corpo fêmea já arde por ti...

Nenhum comentário: