Grito

Eu deveria ficar em silêncio,
Não fosse a noite de ontem
E o abalo tão grande que me assaltou,
Prefiro o grito,
E grito:

- Seja de que maneira for,
é preciso continuar vivendo.

Nenhum comentário: