Assim


Talvez eu vá passar a vida a limpo,
Dar uma olhada no espelho.

Ver o que há dentro de mim

Como anda minha alma,

Saber dos meus sentimentos.

Olhar para o meu coração...

Retirar dele tudo que me fez mal:

O amor que não veio,

A mágoa de uma amizade traída.

Aquela discussão com uma pessoa querida.

Quem sabe eu não vá enchê-lo

Com algumas saudades,

Com a pessoa amada,

Com o melhor amigo,

Com os amores de quem nunca me abandona,

Mesmo quando não me entende.

E com o coração mais leve,

Vou tentar lembrar dos meus últimos pensamentos:

Reclamações por causa do calor, da chuva, do trabalho,

Da casa, do trânsito...

Assim com o coração mais leve

Meus rascunhos sejam muito mais fáceis de entender

E as reclamações?

Palavras à toa que passam ao lado...

Nenhum comentário: