A Lua Que Mingua


Como ela, eu me sinto minguando.
Ventos invernais se abatendo sobre o mar,
Meu chão é a areia fina que corre sob meus pés,
O que vem de longe não compreende que quero partir
Quero estar só,
Causar dor
Causar indiferença
Quero esquecimento
Quero estar comigo
Quero afastamentos...

Não quero responder pelos meus atos,
E se no percurso acontecerem recaídas
Arrependimentos,
Ajuda-me a voltar à minha solidão,
Sou ré confessa dela
Sou a única possível em mim mesma.

Nenhum comentário: