Dizer-Te



Escrevo muito e às vezes acho que não disse tudo.
Tagarela ao falar por vezes me falta paciência para escutar.
Nem sempre sei a hora de calar,

E muitas outras calo ou falo o que não devia.

Quando as palavras não se completam

Ou não me satisfazem,
Sinto o chão fugir.
Perco o sul e o norte,

Mas ao me embriagar de tuas palavras,

Perco-me das minhas.
E meu corpo e a minha alma
Se sentem repousar sobre lençóis

Descansados e em paz...

(Fala-me de Amor)

Foto: Web
Ouvindo:
Muito amor

Nenhum comentário: