Nós (Nossa exata dimensão)


Não tocar e sentir,
Um sentir tão próximo e tão feito de emoção.

Nunca ter visto com os olhos

E já enxergar a alma.


Um bem querer tão distante

Que se encontra perto,
pois é único e nunca ausente.

Falar sobre a vida, revelar o que se oculta, por isso se faz urgente.

É como olhar um jardim, vazio de flores e ainda assim,
Sentir o perfume que exalam.


Contemplar juntos o
movimento das palavras eternas,
Sentir igual e além.

Para quê explicar se nos basta saber e
num dizer resumir:
Eu te amo

Foto: Rumo ao horizonte - Carlito
Ouvindo:
Pontes Entre Nós

Nenhum comentário: