Se teus olhos encontrassem os meus



Esse olhar de você
Que nem sei como olha
Se é olhar morno em mansidão
Ou olhar vasto de devassidão.

Por que um olhar tão longe de mim?

Quero sentir teu olhar
Sustentando os meus
De dar frio na espinha,
Nó na garganta
E depois calor.

Depois seriamos
O que não tem mais jeito,
Um do outro e o outro do um,
De um modo total,
Emaranhados de corpos
Fazendo juras,
Perdidos em beijos
Falando e fazendo bobagem,
Sem freios,
Na mesma cadência...

Ah! Se teus olhos encontrassem os meus...

Foto: Marques Tavares Carlos

Ouvindo: Cantada ( Depois De Ter Você)

Nenhum comentário: