A Mais Nínguem

A cidade se acalma
Meu corpo não pertence
A mais ninguém

A noite chega
Meus sorrisos não são
Pra mais ninguém

Peço baixinho para
Um anjo que passa
Levar meu pensamento
Meu lamento
Minha canção
E as minhas orações
Que não são
Pra mais ninguém

Voa no vento e entrega
Meus sonhos ao meu amor
E a mais ninguém

Nenhum comentário: