Abandono

Não te abandonei
por querer.
Eu precisava fugir
antes que me arruinasses
com a tua consciência
de tudo que ilumina demais
e desnuda além e muito.

Na verdade eu te abandonei
para não ser abandonada.

Mas sinto sua falta,
e confesso que viver sem ti
é morrer todo dia um pouco...

Um comentário:

Terapia Ruggiero (Poemas e Vida) disse...

Te achar sem mim é ter esperanças mesmo que para mim tenha sobrado pouco.