Aquele que amo


Pode vir de manso ou de repente.

Que venha de qualquer jeito.

Aquele que eu amo,

Tece em mim essa paixão, desmedida.

Aquele que amo, me faz bela

Como a nenhuma outra.

Aquele que amo, desperta meus sorrisos,

Até os que não quero colhidos.

Aquele que amo, me resgata das tormentas,

E me faz navegar em águas calmas.

Aquele que amo, fere tão profundamente,

Que alivia todas as dores adormecidas.

Aquele que amo, acalma minha pressa.

Quando avanço pelas frestas dos meus abismos.

Aquele que amo, é meu ponto final.


Ouvindo: A Festa

Foto: Augusto Peixoto

Nenhum comentário: