Poeminha para um sorriso maior


Não sei,
Foi o:
"- Para onde vais?"
Enviado no lugar do:
"- De onde és?"

Não, não foi isso...

Foi o jeitinho clichê de dizer:
"- eu pentearia teus cabelos..."

Não, não foi isso...

Foi o silêncio na hora exata,
O sorriso atento à dor...

Nenhum comentário: