Uma Sombra


Já amaste como deverias, como poderias?
Quantas vezes foste perverso,
desatento e fechado em si mesmo?

Já conheceste a solidão?

Alguma vez provaste da indiferença
que consegues distribuir tão bem?


Seja como for,
já é hora de colher o amor maduro
que partirá teu coração,

O amor que te ensinará
a compreender as dores do mundo,

Que trará o cansaço dos dias fúteis,

A insônia das noites mal dormidas
,
A consciência dos vazios abstratos,

Mas tão definitivos...


O amor virá para dar sentido a vida

Que anda repleta de abundância ilusória...

Foto: Web
Ouvindo:
Ilumina-me

Nenhum comentário: