Trilha



Uma estranha de mim mesma
Errante, errando a esmo
Trilha numa noite cheia de interrogações
Onde eu queria colher tuas exclamações

Sonhos que teço antes de dormir
na estação das folhas caídas
Fazer-se inverno presente
e voltar a vestir verde
antes que a primavera amanheça...
E a rima verão de silêncios
Anoitece mais uma vez

Nunca amar assim antes,
e agora tudo está em paz...

Ouvindo: Tudo Se Perdeu


Nenhum comentário: