Vocábulos em festa


Romper todos os nãos
Sem as formas e arestas,
Que existem dentro de mim
Para que,
despida dos egos amorfos,
A mulher,
que andava adormecida,
Possa emergir de suas sombras
E abandonar a mulher em exílio.

No infinito que molda a sua existência,
Ela deixe de ser um número indivisível,
Para ser vocábulos em festa,
A geografia de dois corpos em movimento
Sem a necessidade de possuir.

Foto: Web
Ouvindo:
Ella (Alejandro Sanz)

Nenhum comentário: