Palavras ao Vento

"Não tens quem traduza a tua alma..."
Se eu pudesse, desta janela imaginária, ver o mar da minha saudade, será que minha alma poderia finalmente ser traduzida?

Ainda sinto o perfume do alecrim aos molhos e o gosto do sal que molha meu rosto ...


Maluco Beleza

Nenhum comentário: