Descansar


Meu corpo anda febril
De te imaginar e te sentir,
Envolvida no teu abraço
Sentindo teu respirar em minha nuca.
Cordilheiras de sonho,
Corpos perfumados de música.
Puxa-me para o teu colo
E pousa a boca no meu seio.
Sacia minha ânsia,

Depois, seja o repouso...

Foto: Alex Incam

Nenhum comentário: