Sintomas e posologias

Essa saudade de tudo e de nada,
quando me pesa,
vem o verso...

A solidão das horas súbitas
quando me afaga,
tenho poentes...

As dores do mundo
quando me sufocam,
ouço a música...


O amor intransitivo
quando insiste em invadir meu coração,
eu consinto mansamente
pois sem ti não sou nada...

Nenhum comentário: