O Botim


O Botim:

- A flor.

Porque foste tu
A me colher em silêncios,
A me desfolhar inteira
Em palavras e suspiros.

Mas a mão que afaga,
Pesa e me afasta.

Vestida de vazios
Em total escuridão
Eu me recolho em abandono.

O silêncio me conforta
E vela meu sono sem sonhos...


Fotografia: Yury Borden

Nenhum comentário: