A geografia do corpo


A geografia do corpo
É insólita e semelhante
a uma árvore.

Raiz bem fincada no chão,
tronco firme,
ramos abertos
na espera de um abraço,
corpo sorrindo para a vida
que se entrega à vida.

Na vida,
o corpo e a alma
se orientam para o céu
presos à terra,
mas só as árvores
morrem em pé.

A alma sobe ao céu
(ou desce ao inferno)
e o corpo alimenta
os profundos da terra.

Ilustração: Rafael Nobre

Nenhum comentário: