(des)Ilusão


Meus olhos não perguntam nada,
Queriam apenas se fechar
Para descansar.
A Lua, irônica me espia,
A boca machucada,
O coração pequeno
Suspira manso, de amor.
Onde está minha alegria?
Meus olhos têm melancolia,
Minha confiança anda calada,
Só o amor volta para brigar e
Depois perdoar.
Será que ele vai entender?

Tela:
Ruud Albers
Ouvindo:

Fascinação

Madalena


Nenhum comentário: