12



Hoje só ficaram perguntas
Que nunca foram respondidas
O porque de teres me despedaçado,
De me dares as costas
Sem um olhar para trás,
O porquê do teu silêncio
Que me acumula,
Fere,
Corrompe,
E amordaça meu poema...

Que amor era o teu
Que me encheu de vida
Padeceu na distancia
Cansou com a espera
E se entregou a primeira mentira?

Que paixão foi a tua
Que se perdeu na tormenta
E se apagou com a partida?

Não vou te esquecer, eu sei...
Só que já não posso mais.
Entende que a dor causada
Será minha amiga
E meu consolo nos dias que hão de vir,
E o tempo que tudo cura
Vai se fechar às minhas costas
Então eu poderei juntar os pedaços e partir ...

Ouvindo: Hoy Ya No Estas Aqui

Nenhum comentário: