É preciso



É preciso ver,
o ver de olhar
e fartar olhos e coração.

É preciso amar,
o amar de entregar
e fartar corpo e alma

É preciso consumar,
o consumar de saciar
e fartar por dentro
e por fora,
desfazendo nós contidos
de desejo aflito.

Amantes insones,
lavados em sal,
ardendo e perdendo o ar
fartando-se em plural
de tanto amar...

Nenhum comentário: